SEM DIREITOS DA COPA, ESPORTE INTERATIVO AINDA NÃO DEFINIU SE ENVIARÁ EQUIPE À RÚSSIA

O canal Esporte Interativo definiu que não buscará adquirir os direitos de transmissão da Copa do Mundo. O que ainda está em aberto é se a emissora do grupo Turner enviará, ou não, uma equipe à Rússia para realizar uma cobertura alternativa, fora dos estádios, na linha ''Copa sem bola''. O canal produziu um projeto que para sair do papel depende da captação de cotas de patrocínio no mercado.

Pesou na decisão do canal, entre outros fatores, o possível retorno institucional e especialmente financeiro do Mundial, que não justificariam um investimento desse porte, dado o pouco tempo até a Copa para tentar vender um pacote com os jogos da competição. Optou-se por concentrar energias nos eventos que já são da casa e que ocuparão sua tela nos próximos meses, como a Champions e a Copa do Nordeste, um produto que embora de cunho regional, tem alcançado bons índices de audiência, explicou executivo do grupo.

O detentor dos direitos de transmissão da Copa do Mundo no Brasil é o Grupo Globo, que já os sublicenciou na TV por assinatura ao Fox Sports. Embora Esporte Interativo e Grupo Globo disputem os direitos de transmissão do Brasileiro a partir de 2019, e não tenham entrado em acordo em relação à renovação do sublicenciamento da Copa do Nordeste, houve evolução em sua interlocução.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.